16/09/2010 | Notícia Simesp

Uol denuncia irregularidades em maternidade


De acordo com denúncias feitas pelo portal UOL, na manhã desta quarta-feira, 15 de setembro, falta infraestrutura mínima para prestação de atendimento no Hospital e Maternidade Leonor Mendes Barros, localizado no bairro do Belém, Zona Leste de São Paulo. “Apesar dos prêmios de gestão e do rótulo de unidade referência no atendimento de partos de alta e média complexidade, os médicos enfrentam sérias dificuldades, sendo obrigados a improvisar”, diz a reportagem.

O ponto crucial é o fato de não haver sequer uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI) para atender aos casos de mães com quadros de hipertensão e crise hemorrágica, a grande maioria neste hospital. Os médicos relatam no livro de registro de ocorrências que ‘precisam removê-las para outros hospitais’. O número de leitos na UTI neonatal também não atende a demanda de bebês.

Dentre os principais problemas registrados estão ainda a falta de materiais essenciais como escovas para escovação pré-cirúrgica, agulhas para raqui números 25 e 27; limitação no número de compressas; ausência de luvas e máscaras cirúrgicas.

“Se verdadeiras, são denúncias gravíssimas que deixam a população vulnerável. Isso é resultado da política de privatização da Saúde – adotada pelos ex-governadores José Serra e Geraldo Alckmin e o atual Alberto Goldman – que efetivamente precariza os serviços”, afirma Otelo Chino Júnior, secretário de Imprensa do Simesp.

Ainda de acordo com Otelo, o governo do Estado “é omisso, não respeita a Emenda Constitucional 29, que define o quanto e o que são efetivamente gastos em saúde”. Recentemente, o próprio Ministério Público determinou “o imediato cumprimento dos dispositivos constitucionais e legais a fim de que todos os recursos do SUS, independente da origem, sejam gerenciados pelo secretário de Estado da Saúde”.

Com base nas denúncias, o Cremesp abrirá sindicância para apurar as condições de trabalho dos médicos.  



COMPARTILHE ESTA NOTÍCIA


SIGA O SIMESP


CONTATOS

Assessoria de Imprensa

Paulo Galvão
(11) 3292-9147
paulo@simesp.org.br


Redação

(11) 3292-9147
imprensa@simesp.org.br


NEWSLETTER

SIMESP - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS