08/04/2021 | Notícia Simesp

Simesp identificou fluxo de atendimento e extrema sobrecarga de trabalho em visita à UBS República


Médicos relatam que chegaram a atender até 100 pacientes por dia apenas de demanda espontânea

No dia 30 de março, dirigentes do Sindicato dos Médicos de São Paulo (Simesp) realizaram visita à UBS República devido a queixas dos médicos que atuam na unidade sobre a falta de fluxo de atendimento e sobrecarga de trabalho. Segundo relatos, os profissionais chegaram a atender 100 pacientes de demanda espontânea em um único dia, sem contar os atendimentos agendados.

De acordo com Victor Dourado, presidente do Simesp que esteve presente na visita, o fluxo inadequado de atendimento leva ao desgaste dos profissionais e eles acabam optando por não atender mais na Atenção Primária à Saúde (APS) por se sentirem angustiados e não conseguirem exercer a profissão de forma adequada. “Essa lógica centrada apenas na produtividade, sem pensar na eficácia dos atendimentos, leva os profissionais a se sentirem frustrados e se afastarem da APS”.

Além de todos os problemas, a prefeitura ainda criou uma normativa que dificulta e até inviabiliza os processos na unidade, como instituir a coleta de exame de sangue de pacientes com Covid-19 nas Unidades Básicas de Saúde (UBSs), juntamente com as pessoas sem a doença. Contra a medida, o Simesp criou um abaixo-assinado. Saiba mais em https://bit.ly/3wyp9pX.



COMPARTILHE ESTA NOTÍCIA


SIGA O SIMESP


CONTATOS

Assessoria de Imprensa

Nicolli Oliveira
(11) 3292-9147
nicolli@simesp.org.br


Redação

(11) 3292-9147
imprensa@simesp.org.br


NEWSLETTER

SIMESP - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS