24/03/2021 | Notícia Simesp

Médicos se manifestam individualmente hoje, Dia Nacional de Mobilização


Hoje, 24 de março, Dia Nacional de Mobilização, os médicos e trabalhadores da saúde se manifestam individualmente contra a atitude genocida do presidente Jair Bolsonaro durante a pandemia de Covid-19.

De acordo com Juliana Salles, diretora do Sindicato dos Médicos de São Paulo (Simesp), essa manifestação demonstra a importância de lutar por vacinas, condições de atendimento, por concursos, pela assistência adequada e por políticas públicas que garantam segurança para a população. “Faltam insumos, sedativos, já se fala de falta de oxigênio em São Paulo e os trabalhadores não tem renda para alimentação e condições básicas pra fazerem isolamento. Ao sair para trabalhar, as pessoas enfrentam transportes lotados e com isso chegamos a mais de 1000 mortes em São Paulo.”

Ainda segundo Juliana, os trabalhadores da saúde, incluindo os médicos, estão exercendo seu papel com condições muito aquém das necessárias. “Precisamos de condições pra trabalhar, concursos públicos, renda para a população poder ficar em casa, testes, sedativos, oxigênio. Por isso hoje é dia de luta nacional. Fora Bolsonaro! Vacinação pra todos e todas! Auxílio emergencial de 600 reais enquanto durar a pandemia.”

[su_custom_gallery source=”media: 25504,25503,25502,25497″ link=”lightbox” width=”300″ height=”300″ title=”never”]



COMPARTILHE ESTA NOTÍCIA


SIGA O SIMESP


CONTATOS

Assessoria de Imprensa

Nicolli Oliveira
(11) 3292-9147
nicolli@simesp.org.br


Redação

(11) 3292-9147
imprensa@simesp.org.br


NEWSLETTER

SIMESP - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS