04/12/2020 | Notícia Simesp

Empresa quarteirizada do Iabas atrasa salário de médicos do Hospital Brasilândia


Demora no pagamento aconteceu durante troca de gestão. Profissionais temem ficar sem receber valores ainda devidos

De acordo com denúncias recebidas pelo Sindicato dos Médicos de São Paulo (Simesp), os médicos do Hospital da Brasilândia tiveram o pagamento de seus salários, referente ao mês de outubro, atrasados por quatro dias, durante troca de empresa que contrata os médicos do local. O hospital é gerido pela organização social Instituto de Atenção Básica e Avançada à Saúde (Iabas), que quarteirizava o serviço de contratação de médicos para a empresa OGS Saúde até o dia 15 de novembro. A empresa foi substituída por outra, a Medplus ou Medplantões (utiliza ambos os nomes).

Tendo em vista que o valor referente aos 15 primeiros dias de novembro deverá ser pago até dia 25 de dezembro, os profissionais temem que que haja novo atraso ou, até mesmo, que esse pagamento não seja realizado. Por essa razão, o Simesp pede que os profissionais denunciem pelo WhatsApp (11) 3292-9147 caso haja qualquer irregularidade nos pagamentos prestados pelo Iabas ou por qualquer empresa quarteirizada que preste serviços à essa organização social.



COMPARTILHE ESTA NOTÍCIA


SIGA O SIMESP


CONTATOS

Assessoria de Imprensa

Nicolli Oliveira
(11) 3292-9147
nicolli@simesp.org.br


Redação

(11) 3292-9147
imprensa@simesp.org.br


NEWSLETTER

SIMESP - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS