15/01/2022 | Notícia Simesp

Carta aberta à população sobre a paralisação do dia 19/01


Nós, médicas e médicos das Unidades Básicas de Saúde (UBS) e de outros serviços de Atenção Primária à Saúde em São Paulo, gostaríamos de explicar à população o motivo de entrarmos em paralisação no dia 19/01.

Nossas pautas principais são a CONTRATAÇÃO DE PROFISSIONAIS DE SAÚDE e CONDIÇÕES MÍNIMAS DE TRABALHO PARA REALIZAR ATENDIMENTOS À POPULAÇÃO.

Estamos vivendo uma grande sobrecarga de trabalho com o combate à pandemia de Covid-19 e à epidemia de H3N2. Não estamos conseguindo oferecer o cuidado necessário à população e não achamos justo que você fique aguardando por horas na fila, às vezes na chuva, para receber um atendimento. Isso depois de meses de espera pela consulta e quando chega a sua vez você encontra uma médica ou um médico em estado de exaustão, sem tempo e sem recursos para te acolher da forma como você precisa e merece. Muitas MEDICAÇÕES ESSENCIAIS estão em falta nas farmácias dos serviços de saúde, assim como MATERIAIS BÁSICOS para examinarmos as pessoas durante uma consulta. A sobrecarga que vivemos não é novidade. Há muito tempo, temos UBS com equipes insuficientes para atender adequadamente a população, mas a pandemia de Covid-19 extrapolou os nossos limites e tem sido impossível oferecer cuidado em saúde às pessoas que atendemos. Não somos máquinas e também estamos adoecendo e morrendo!

Ao longo de 2021, tentamos dialogar diversas vezes com a Prefeitura e com as Organizações Sociais de Saúde (OSS) que administram as unidades de saúde. Insistimos ainda mais nesse diálogo no último mês e informamos especificamente as condições mínimas que precisávamos para conseguir atender as pessoas do município, mas nada foi resolvido.

Por isso optamos pela PARALISAÇÃO. Para que nossas vozes sejam ouvidas e para que haja um melhor serviço de saúde para todas as pessoas.

Pedimos a sua solidariedade e compreensão, pois sabemos que essa ação também irá afetar você, mas estamos fazendo esse movimento pela saúde de todas as pessoas que moram em São Paulo.

Você também pode se mobilizar, nos apoiando e solicitando junto a nós:

  • Contratação de mais profissionais para as unidades de saúde;
  • Organização de serviços específicos para o atendimento de pessoas com síndrome gripal;
  • Denúncia de condições inadequadas;
  • Publique seu apoio nas redes e compareça ao ato na quarta-feira, dia 19/01, às 15h em frente à Prefeitura de São Paulo.

 

Lembre-se de usar máscara, de manter o distanciamento social e de usar álcool em gel!

Essa luta é de todos nós!

São Paulo, 15 de janeiro de 2022



COMPARTILHE ESTA NOTÍCIA


SIGA O SIMESP


CONTATOS

Assessoria de Imprensa

Paulo Galvão
(11) 3292-9147
paulo@simesp.org.br


Redação

(11) 3292-9147
imprensa@simesp.org.br


NEWSLETTER

SIMESP - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS