01/07/2020 | Notícia Simesp

Ao vivo na CNN, presidente do Simesp denuncia condições precárias nos hospitais de campanha


Em entrevista ao vivo à CNN, na segunda-feira, dia 29 de junho, Victor Dourado, presidente do Sindicato dos Médicos de São Paulo (Simesp) falou sobre a respeito das condições precárias de trabalho que os médicos enfrentam nos hospitais de campanha. A reportagem abordou as fortes chuvas do último final de semana, que ocasionou pontos de vazamento no telhado da unidade do Anhembi.

À reportagem, Dourado relatou que o sindicato vem recebendo várias denúncias dos médicos dos hospitais de campanha desde o início da operação. “Os problemas principais eram em relação à falta de equipamentos de proteção individual (EPIs) e essa insuficiência se relaciona com a contaminação não só dos profissionais de saúde, mas também entre os pacientes… Como não é feito um total isolamento entre um paciente e outro, os médicos têm que se preocupar com todo o ambiente do hospital como possivelmente contaminado. Inclusive, o local de descanso dos profissionais fica muito próximo da área mais contaminada.”

Victor ainda explicou que, durante a pandemia, os hospitais de campanha entraram em foco, mas várias denúncias também vieram de outros hospitais e, na grande maioria, ainda não foram resolvidos os problemas sobre EPIs. “Além disso, há uma falta de vínculo de trabalho na área, ou seja, o profissional que é pessoa jurídica, quando adoece, é descartado sem nenhuma preocupação”.



COMPARTILHE ESTA NOTÍCIA


SIGA O SIMESP


CONTATOS

Assessoria de Imprensa

Paulo Galvão
(11) 3292-9147
paulo@simesp.org.br


Redação

(11) 3292-9147
imprensa@simesp.org.br


NEWSLETTER

SIMESP - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS