13/10/2010 | Notícia Simesp

Alerta geral: atenção ao golpe do seguro!


Samuel Soares, da Superintendência de Seguros Privados (Susep), órgão vinculado ao Ministério da Fazenda, enviou correspondência ao presidente do Simesp, Cid Carvalhaes, solicitando que fosse dirigido aos médicos um alerta sobre novo golpe que está sendo praticado. A Susep é responsável pelo controle e fiscalização dos mercados de seguro, previdência privada aberta, capitalização e resseguro. Em seu site http://www.susep.gov.br/menususep/golpe_seguro.asp há o alerta aos consumidores sobre o golpe que estelionatários vêm praticando no mercado segurador e de previdência no Brasil.

Os golpistas enviam uma correspondência para consumidores em diversas cidades brasileiras, com o nome de empresa fictícia (APLUPP – Associação Profissional Liberal da Previdência Privada – Seguro e Previdência) e com falso endereço em Brasília, oferecendo resgate de seguros ou planos de previdência.

Os consumidores que ligarem para os telefones indicados na correspondência são orientados a depositar certo valor, em dinheiro, em uma conta bancária, para o resgate ser liberado. “O golpe é antigo, e muda apenas o nome da falsa empresa remetente da carta, mas muita gente continua caindo”, alerta Samuel Soares. O texto postado no site afirma que em função de novas denúncias que têm surgido, relativas a tentativas de golpes contra consumidores, a Susep ressalta a importância do devido cuidado com propostas aparentemente muito vantajosas, feitas sem a devida comprovação de fonte confiável. Já há alguns anos, estelionatários causam prejuízos a cidadãos, oferecendo o resgate de seguros e planos de previdência adquiridos no passado, mediante o pagamento prévio de valores a título de custas para liberação do resgate.

Na maioria dos casos, quando do contato feito pelos estelionatários, as empresas nas quais os seguros foram contratados já encerraram as atividades, encontrando-se sob regime de liquidação extrajudicial.

Contudo, os liquidantes, designados pela Susep para vender os ativos das empresas em liquidação com o objetivo de pagar os credores (incluindo segurados e beneficiários), em nenhuma hipótese solicitam pagamento prévio de qualquer valor para liberação de benefícios. Quando há contato com qualquer pessoa para recebimento de valores, é feito de maneira formal, normalmente por carta ou edital.

Portanto, qualquer ligação telefônica, e-mail ou contato de pessoa se identificando como servidor da Susep, CNSP etc, em que seja solicitado qualquer tipo de pagamento para resgatar direitos referentes a planos contratados no passado, é tentativa de golpe, e deve ser denunciado imediatamente à Susep.

A Susep encaminhou denúncia ao Ministério Público e à Polícia Federal com o objetivo de coibir essa prática.



COMPARTILHE ESTA NOTÍCIA


SIGA O SIMESP


CONTATOS

Assessoria de Imprensa

Paulo Galvão
(11) 3292-9147
paulo@simesp.org.br


Redação

(11) 3292-9147
imprensa@simesp.org.br


NEWSLETTER

SIMESP - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS