Home O SIMESP Serviços Financeiro Comunicação Notícias e Eventos Contato Links
Simesp
Área do Médico

Associe-se Atualize seus dados Faqs Certidão de Quitação
Comunicação
 


   Editoria: De: Até:    

20/02/2020
Justiça do Trabalho valida acordo do fim da greve dos médicos de Guarulhos

Julgamento prevê estabilidade de 30 dias aos profissionais e multa por descumprimento por parte da Prefeitura

SIMESP
Na última segunda-feira, dia 17 de fevereiro, o Tribunal Regional do Trabalho (TRT) publicou julgamento sobre acordo firmado entre Sindicato dos Médicos de São Paulo (Simesp) e Prefeitura de Guarulhos com os termos do fim da greve dos profissionais, que durou 15 dias no final de 2019. Com a decisão do TRT, os médicos terão estabilidade de 30 dias a partir de 17 de fevereiro e, no caso de descumprimento do acordo por parte da gestão municipal, uma multa poderá ser aplicada. Em março o Simesp terá reunião com a prefeitura.

Após a paralização, os médicos de Guarulhos garantiram o comprometimento da prefeitura com o estabelecimento de novas regras para o agendamento de consultas, chamamento de médicos aprovados em concurso público, mudanças no desconto de gratificação e garantia de mais segurança nas unidades de atendimento. Essas conquistas são importantes tanto para a categoria quanto para a saúde pública do município, conta Eder Gatti, presidente do Sindicato dos Médicos de São Paulo (Simesp), que participou das negociações.

Não é de hoje que os médicos de Guarulhos reivindicam melhorias no sistema de saúde pública da cidade e, após a greve, o movimento de luta por melhores condições de trabalho e atendimento não deve parar. “O principal legado dessa greve é a organização da categoria médica de Guarulhos em defesa da saúde pública no município de forma permanente”, explica o presidente do sindicato. Os trabalhadores da rede pública municipal agora seguem mobilizados para garantir que os termos do acordo sejam postos em prática pela gestão.

Junto aos trabalhadores, o sindicato realizou uma série de assembleias, manifestações e reuniões que pressionaram a Secretaria da Saúde e garantiram a vitória. Durante mais de duas semanas, os médicos do município paralisaram os atendimentos e se mobilizaram para pressionar a gestão e alertar a população sobre as dificuldades enfrentadas pelos profissionais na tentativa de prover saúde pública de qualidade.



Voltar



O SIMESP Serviços Financeiro Comunicação Notícias e Eventos Contato  Links
- Diretoria
- Regionais
- Estatuto
- Processo Eleitoral
- Perguntas frequentes (FAQ)
- Associe-se
- Atualize seus dados
- Assessoria Jurídica
- Processos online
- Campanhas Salariais
- Convenções Coletivas
- Cálculo de I.R.
- Homologação
- Banco de Empregos Médicos
- Banco de Imóveis da Saúde
- Mural de Devedores
- Simesp+
- Tipos de Contribuição
- Calendário de Cobrança
- Certidão de Quitação
- TV Simesp
- Revista DR!
- Jornal do Simesp
- Simesp Esclarece
- Movimento Médico
- Simesp na Midia
- Cultura e Arte

Sede: Rua Maria Paula, 78 - 1º ao 4º Andar | São Paulo - SP | Cep: 01319-000 | Fone: (11) 3292-9147 - | Fax: (11) 3107-0819