Home O SIMESP Serviços Financeiro Comunicação Notícias e Eventos Contato Links
Simesp
Área do Médico

Associe-se Atualize seus dados Faqs Certidão de Quitação
Comunicação
 


   Editoria: De: Até:    

14/03/2019
Regional de Ribeirão Preto integra comitê contra a reforma da previdência nacional e realizará ato no dia 22

Entidades acordaram por participar de manifestação nacional

SIMESP
Na última segunda-feira, dia 12 de março, aconteceu em Ribeirão Preto uma reunião contra a reforma da previdência. Participaram do encontro diversos sindicatos e entidades locais, incluindo a regional do Sindicato dos Médicos de São Paulo (Simesp). Na ocasião, foi discutida a necessidade de organização da luta contra a PEC (proposta de emenda constitucional) 6/2019. Nesse sentido, foi aprovada a reativação do Comitê Regional de Ribeirão Preto contra a Reforma da Previdência.

Na reunião, também ficou acordado que o Comitê organizará um ato em Ribeirão Preto, no dia 22 de março, às 17h, na Esplanada Dom Pedro II. Entrando na agenda de manifestações nacional contra a reforma da previdência. “A maioria dos médicos hoje são assalariados e dependerão de aposentadoria no futuro. Por isso, estamos convencidos de que a reforma será muito ruim para nós também e queremos que os médicos participem efetivamente da luta pelo direito à aposentadoria”, explica Ulysses Strogoff, diretor-presidente da regional do Simesp em Ribeirão Preto.

Conhecida como PEC da Morte, a proposta pretende aumentar a idade mínima, bem como o tempo de contribuição necessário para a aposentadoria, além de destruir a previdência social solidária (em que empregado, empregador e Estado garantem juntos o direito à seguridade), dando lugar à capitalização individual. “Os países que fizeram uma reforma previdenciária parecida, tiveram que desfazê-la, ao menos parcialmente, visto que deixaram a população idosa em uma situação insustentável de pobreza”, explica Strogoff. A proposta de Jair Bolsonaro é similar à que foi posta em prática no Chile, país que enfrenta uma endemia de suicídios de idosos acima de 80 anos motivados pela baixa aposentadoria. Os aposentados chilenos recebem em média 300 ou 400 reais ao mês.

Siga-nos

Fan page: https://www.facebook.com/simespmedicos

Youtube: https://www.youtube.com/simespmedicos



Voltar



O SIMESP Serviços Financeiro Comunicação Notícias e Eventos Contato  Links
- Diretoria
- Regionais
- Estatuto
- Processo Eleitoral
- Perguntas frequentes (FAQ)
- Associe-se
- Atualize seus dados
- Assessoria Jurídica
- Processos online
- Campanhas Salariais
- Convenções Coletivas
- Cálculo de I.R.
- Homologação
- Banco de Empregos Médicos
- Banco de Imóveis da Saúde
- Mural de Devedores
- Simesp+
- Tipos de Contribuição
- Calendário de Cobrança
- Certidão de Quitação
- TV Simesp
- Revista DR!
- Jornal do Simesp
- Simesp Esclarece
- Movimento Médico
- Simesp na Midia
- Cultura e Arte

Sede: Rua Maria Paula, 78 - 1º ao 4º Andar | São Paulo - SP | Cep: 01319-000 | Fone: (11) 3292-9147 - | Fax: (11) 3107-0819