Home O SIMESP Serviços Financeiro Comunicação Notícias e Eventos Contato Links
Simesp
Área do Médico

Associe-se Atualize seus dados Faqs Certidão de Quitação
Comunicação
 


   Editoria: De: Até:    

25/08/2017
Secretário de Saúde de São Paulo culpabiliza médicos por má gestão dos serviços

Sindicato dos Médicos de São Paulo repudia fala de Wilson Pollara, pois prefeitura é a responsável pela má qualidade dos serviços de saúde

SIMESP
Em matéria publicada ontem, dia 24, no Metro Jornal, foi divulgado que faltam 2.360 médicos na rede pública da capital, os dados foram obtidos via Lei de Acesso à Informação. Em resposta, o secretário municipal de Saúde de São Paulo, Wilson Pollara, afirmou que “o prejuízo no atendimento é causado por médicos contratados que faltam ao serviço, não por não ter médicos”. O Sindicato dos Médicos de São Paulo (Simesp) repudia a fala do secretário, que culpabiliza médicos pela má gestão dos serviços.

A fala de Pollara é um desrespeito com a categoria. Tanto médicos concursados, que trabalham na administração direta, ou de organizações sociais, são obrigados a trabalhar com péssimas condições em serviços que contam com o desabastecimento de insumos. Mesmo com condições adversas impostas pela prefeitura, os médicos se esforçam ao máximo para oferecer assistência de qualidade para a população.

Atualmente a maioria dos médicos que trabalha na rede da prefeitura são contratados por organizações sociais (OSs), que possuem ponto eletrônico. Esses médicos não só cumprem com a produtividade exigida pela OS, como também seguem a exigência de assiduidade, feita pelos empregadores.

A falta de profissionais médicos no município de São Paulo acontece porque a prefeitura não tem uma política clara de provimento de recursos humanos na saúde. Existe uma demanda por novos concursos públicos, a prefeitura não chama médicos já aprovados em concursos vigentes (não cumprindo sua promessa de campanha) e cada organização social tem a própria política de recursos humanos, o que dificulta a organização do trabalho médico no município.

A Secretaria de Saúde, ao culpabilizar o próprio profissional pela falta de médicos, demonstra um imenso desrespeito para com os profissionais dessa categoria. Com essa atitude, o secretário demonstra também desrespeito com a população e descaso com a saúde.


Siga-nos

Fan page: https://www.facebook.com/simespmedicos

Youtube: https://www.youtube.com/simespmedicos



Voltar



O SIMESP Serviços Financeiro Comunicação Notícias e Eventos Contato  Links
- Diretoria
- Regionais
- Estatuto
- Processo Eleitoral
- Perguntas frequentes (FAQ)
- Associe-se
- Atualize seus dados
- Assessoria Jurídica
- Processos online
- Campanhas Salariais
- Convenções Coletivas
- Cálculo de I.R.
- Homologação
- Banco de Empregos Médicos
- Banco de Imóveis da Saúde
- Mural de Devedores
- Simesp+
- Tipos de Contribuição
- Calendário de Cobrança
- Certidão de Quitação
- TV Simesp
- Revista DR!
- Jornal do Simesp
- Simesp Esclarece
- Movimento Médico
- Simesp na Midia
- Cultura e Arte

Sede: Rua Maria Paula, 78 - 1º ao 4º Andar | São Paulo - SP | Cep: 01319-000 | Fone: (11) 3292-9147 - | Fax: (11) 3107-0819