Home O SIMESP Serviços Financeiro Comunicação Notícias e Eventos Contato Links
Simesp
Área do Médico

Associe-se Atualize seus dados Faqs Certidão de Quitação
Comunicação
 


   Editoria: De: Até:    

15/02/2016
Jardim Botânico: conheça algumas dicas importantes para conhecer o lugar nascido no século 19
 

SIMESP
Antes de visitar o luxuriante Jardim Botânico de São Paulo, na zona sul da capital paulista, recomenda-se acessar a página da instituição e ler a seção “Normas para Visitantes”.

Afinal, trata-se de uma unidade de conservação e seu compromisso principal é com a preservação da biodiversidade brasileira reunida no local. Não é permitido, por exemplo, entrar com animais, coletar flores, folhas ou frutos e muito menos riscar troncos. É permitido, contudo, fazer piqueniques e fotografar à vontade.

O que hoje é o Jardim Botânico começa a nascer no século 19 com uma preocupação que parte dos nossos governantes atuais ainda parece ignorar: a preservação de nascentes e, portanto, da segurança hídrica de todos nós.

“Em 1917, a região tornou-se propriedade do Governo, passando a denominar-se Parque do Estado. Até 1928 serviu para captação de águas, que abasteciam o bairro do Ipiranga. Neste mesmo ano, o naturalista Frederico Carlos Hoehne foi convidado para implantar um Jardim Botânico na região”, explica a página da instituição ligado do Governo do Estado de São Paulo.

“Entretanto, somente em 1938 o Jardim Botânico de São Paulo foi oficializado, juntamente com a criação do Departamento de Botânica, na época órgão da Secretaria da Agricultura, Indústria e Comércio de São Paulo. Em 1969, o Parque do Estado, onde o Instituto de Botânica e o Jardim Botânico estão localizados, passou a denominar-se Parque Estadual das Fontes do Ipiranga”, acrescenta a página.

Voltando ao tópico “Normas para Visitantes”, a página da instituição recomenda, para a segurança dos visitantes, que ninguém entre na mata e nem se aproxime das bordas dos lagos. Ainda de acordo com a página, percorrer o Jardim Botânico leva de 2 a 3 horas. Por isso, recomenda-se o uso de tênis e roupas confortáveis, além de filtro solar e boné.

O Jardim Botânico funciona de terça a domingo e também nos feriados. O horário de funcionamento é sempre o mesmo: das 9h às 17h. Para visitas monitoradas o horário de funcionamento é um pouco diferente: das 9h às 12h e das 14h às 17h. A monitoria dura, no máximo, três horas.

Os preços dos ingressos variam. Para estudantes e idosos (acima de 60 anos) a entrada custa R$ 2,50. Para o público em geral o preço é R$ 5,00. Crianças de até 4 anos e portadores de necessidades especiais não pagam. Há um estacionamento no local que também é cobrado. O preço é fixo. Carro de passeio: R$ 8,00. Motos e afins: R$ 4,00. Para vans, ônibus e outros o preço é R$ 20,00.







  Galeria de Fotos
A entrada é paga, mas os preços variam (Crédito: Juliana Ponceano)

Voltar



O SIMESP Serviços Financeiro Comunicação Notícias e Eventos Contato  Links
- Diretoria
- Regionais
- Estatuto
- Processo Eleitoral
- Perguntas frequentes (FAQ)
- Associe-se
- Atualize seus dados
- Assessoria Jurídica
- Processos online
- Campanhas Salariais
- Convenções Coletivas
- Cálculo de I.R.
- Homologação
- Banco de Empregos Médicos
- Banco de Imóveis da Saúde
- Mural de Devedores
- Simesp+
- Tipos de Contribuição
- Calendário de Cobrança
- Certidão de Quitação
- TV Simesp
- Revista DR!
- Jornal do Simesp
- Simesp Esclarece
- Movimento Médico
- Simesp na Midia
- Cultura e Arte

Sede: Rua Maria Paula, 78 - 1º ao 4º Andar | São Paulo - SP | Cep: 01319-000 | Fone: (11) 3292-9147 - | Fax: (11) 3107-0819